25 de Junho: Domingo de Oração pelos Refugiados

O dia 20 de junho é considerado mundialmente como o “Dia do Refugiado”, aqui no Brasil escolhemos o domingo 25 de Junho 2017 para interceder pelos refugiados junto ao Pai. Queremos nos unir a milhares de igrejas ao redor do mundo em oração pelos refugiados e por todos aqueles que tiveram que deixar suas casas para proteger suas vidas.
Perseguição, violência e guerra forçaram-lhes a fugir de suas casas e países. Frequentemente incompreendidos, enfrentam muitos obstáculos em sua jornada desesperada. Eles necessitam de segurança e uma chance para recuperarem-se do deslocamento forçado e reconstruírem suas vidas.

Muitos dos que estão "na estrada" são cristãos perseguidos...

O "Domingo Mundial do Refugiado" é uma oportunidade de refletirmos sobre nosso chamado divino para amar e acolher o estrangeiro. É um dia em que a Igreja se une em oração pelas mulheres, crianças, idosos e por todos os desterrados pela perseguição, violência e guerra.

Preparamos um Guia de Oração por Refugiados com textos bíblicos e informações relevantes que podem ser úteis.
Junte-se a nós!

VEJA A NOTA DA ALIANÇA EVANGÉLICA MUNDIAL (AEM)

logo wea pMais de 65 milhões de pessoas foram forçadas a fugir de seus lares, no que se tornou a maior crise de refugiados que o mundo já conheceu. Hoje, 1 de cada 113 pessoas ao redor do mundo foram deslocadas à força, e a maioria destas são mulheres e crianças. A Aliança Evangélica Mundial (AEM) convoca as igrejas a observar o Domingo Mundial dos Refugiados, na data de 18 ou 25 de junho, e participar em oração e ação, respondendo de maneiras práticas ao chamado de Deus para amar o estrangeiro como a si mesmo. Você pode usar os hashtags #WorldRefugeeSunday e #RefugeeHighway, as igrejas podem compartilhar sobre suas atividades nas mídias sociais e inspirar outros a participar.

“O Domingo Mundial do Refugiado nos dá a oportunidade para aprender sobre a realidade e as necessidades dos refugiados, a orar a favor deles e com eles, e a pensar na maneira prática de se envolver com refugiados’; disse o Bispo Efraim Tendero, Secretário Geral da AEM. “Juntamente com a Parceria dos Refugiados na Estrada (Refugee Highway Partnership), a Aliança Evangélica Européia e outros parceiros, prepararam uma variedade de recursos para ajudar igrejas e indivíduos a participar e começar a fazer diferença em suas próprias comunidades.

“Deus nos deu o mandato de amar o estrangeiro como a nós mesmos (Levíticos 19.34). Estou encorajado em ver o número crescente de igrejas em todo o mundo respondendo a esse chamado divino para ativamente procurar o bem dos refugiados, oferecendo tanto assistência prática como uma comunidade apoiadora,” disse Tom Albinson, Embaixador da AEM para Refugiados e Pessoas Deslocadas.

“Deus sempre chamou seu povo para ser uma bênção às nações. A igreja agora está diante de uma grande oportunidade para fazer isso da mesma maneira como Deus usou refugiados para ser uma bênção para outros, incluindo José, Moisés, Rute, Davi, Ester, Neemias, Daniel, Jesus, Filipe e outros. A igreja encontrará bênçãos quando procurarmos o bem estar dos estrangeiros hoje,” ele acrescentou.

A Comissária Christine MacMillan, Secretária Geral Adjunta para Envolvimento Público, que lidera a Força Tarefa para Refugiados da AEM, desafia igrejas e crentes a também refletir sobre a situação dos refugiados a nível pessoal.

Ela disse: "Nós como Cristão muitas vezes dizemos ‘vou à igreja’. Estar na igreja no Domingo Mundial do Refugiado, pode fazer com que ir à igreja é apenas um ponto de partida. Quando 65 milhões de pessoas acordam cada dia, o que será que estão dizendo? Podemos resumir sua experiência como: ‘estou me afastando mais de meu lar como lugar de segurança e comunidade.’ Onde, então, nossas viagens se encontram? Para demasiadas pessoas suas viagens nunca terminam e assim para a igreja pode haver um determinado domingo em que se torne uma determinação interminável para acolher estrangeiros como amigos que voltam ao lar."

 

Imprimir