Combate à corrupção provoca atentado a líderes de Alianças

Dois líderes da Aliança Evangélica Hondurenha e também líderes da Aliança Evangélica Latina (AEL) tiveram suas vidas ameaçadas de morte recentemente. O irmão Jorge Machado, diretor executivo da AEL, sofreu um atentado, em 15 de dezembro, quando chegava em sua casa acompanhado de sua esposa, na capital daquele país. Um dos seus seguranças morreu e outro ficou gravemente ferido.

Alguns dias depois, foi desmontada uma operação que planejava o assassinato de Alberto Solorzano, presidente da AEL.

Tanto Jorge como Alberto integram a Comissão Especial para o processo de Depuração e Transformação da Polícia Nacional de Honduras, em face da corrupção vigente.

A AEL emitiu uma nota se solidarizando com aqueles irmãos e com a Confraternidad Evangélica de Honduras, a qual foi também subscrita pela Aliança Evangélica Brasileira. Reiterando os termos da nota, “nesta hora de prova, reiteramos todo o apoio do setor evangélico latino-americano à nobre causa que esses irmãos levam adiante”. De nossa parte, rogamos a Deus que cuide de suas vidas e que o ano de 2017 seja de paz e êxito na manifestação da justiça do Reino de Deus.

Leia a íntegra da nota da AEL, clique aqui

Imprimir