Aliança Evangélica Mundial faz Apelo para Receber Refugiados

Nova Iorque, NY – Janeiro 29, 2017
 
À luz dos recentes desdobramentos da contínua crise global relacionada aos refugiados, a Aliança Evangélica Mundial (WEA) faz a seguinte convocação para que sejam dadas boas vindas aos refugiados:
 

Afirmamos de todo o coração o ensino claro das Sagradas Escrituras, que o povo de Deus é chamado por Deus a “amar” e “dar as boas vindas” ao estrangeiro e forasteiro (Levítico 19.33,34; Mateus 25:34-36).

 

Por isso convidamos o corpo de Cristo ao redor do mundo a refletir o coração de Deus e amar ativamente, recebendo refugiados.

Convocamos líderes cristãos e pastores a aprofundar sua compreensão bíblica sobre este deslocamento forçado e a ministrar intencionalmente, buscando criar espaço em seus corações e mentes para estas pessoas.
 

Convocamos os cristãos de todos os lugares a seguir uma perspectiva baseada na Bíblia sobre deslocamento forçado e a buscar ativamente o bem-estar dos refugiados.

Reconhecendo que esta crise está colocando muita pressão sobre governos, convocamos os cristãos a orar por sabedoria para os líderes governamentais envolvidos na criação de políticas relacionadas aos refugiados.
 

Afirmamos o artigo 14 da Declaração Universal dos Direitos Humanos1 que declara: 
“Todos tem o direito de procurar e de receber asilo de perseguição em outros países”;

afirmamos o preâmbulo da Convenção e do Protocolo Relacionado ao Estatuto dos Refugiados2 em que está escrito:
“Considerando que a concessão de asilo pode colocar cargas demasiadamente pesadas em certos países, e que uma solução satisfatória para a solução do problema do qual as Nações Unidas reconheceram a dimensão e natureza internacional, essa não pode ser alcançada sem a cooperação internacional”;

ainda afirmamos o Artigo 3 da Convenção no qual se declara:
“Os Estados Contratantes devem aplicar as provisões dessa Convenção a refugiados, sem discriminação de raça, religião ou país de origem”.

Apelamos aos governos das nações que assinaram esses compromissos para claramente honrar esses acordos internacionais enquanto respondem aos desafios e pressões da crise global de refugiados.
 

Assinado:
Bispo Efraim Tendero, Secretário Geral da WEA;
Comissária Christine MacMillan, Secretária Geral Adjunta para Envolvimento Público, que dirige a Força Tarefa para Refugiados da WEA;
Tom Albinson, Embaixador da WEA para Refugiados, Deslocados e Pessoas sem Pátria.

 
1 UN Universal Declaration of Human Rights
2 UNHCR Convention and Protocol Relating to the Status of Refugees

Imprimir